Detalhes do Minicurso

DIFERENÇAS INDIVIDUAIS E CAPACIDADES MOTORAS

Prponente (Instituição): HELDER MADRUGA DE QUADROS (URCAMP - SB)
Área CNPQ: EDUCACAO FISICA

Resumo:
No processo de aprendizagem motora verificam-se as diferenças individuais e as capacidades motoras de cada indivíduo. Não é necessária tanta sagacidade para reconhecer que as pessoas são diferentes. Elas têm todos os tamanhos e formas, representam diferentes idades, grupos sociais, sexo e backgrounds culturais. Além desses tipos de diferenças, os indivíduos possuem outras potencialidades que podem influenciar a qualidade de sua performance motora. Este estudo tem como objetivo geral, propiciar aos participantes uma visão mais aprofundada das capacidades em relação às potencialidades e habilidades dos mesmos, e como objetivo específico, verificar que os indivíduos possuem todas as capacidades, mas que as pessoas diferem no que diz respeito à proeficiência das várias capacidades. Justificando a necessidade que os profissionais do movimento têm de encontrar maneiras para auxiliar os indivíduos que devem compensar as deficiências em suas capacidades quando estão aprendendo ou reaprendendo uma habilidade. Será utilizada metodologicamente a exposição oral, recursos auxiliares e dinâmicas de grupo, visando esclarecer dúvidas e mostrar através de argumentações e embasamento teórico a análise dos aspectos que compõem processos de aprimoramento e alta performance de habilidades motoras. Vê-se que constitui em erro dos profissionais do movimento fazerem julgamentos finais sobre o potencial de uma pessoa com base na observação da performance em estágios iniciais de prática, pois algumas vezes as pessoas que menos impressionam durante as sessões iniciais de prática tornam-se os executantes mais habilidosos com o passar do tempo. Conclui-se que o nível de habilidades que os indivíduos conseguem definitivamente alcançar depende das capacidades que trazem consigo para a situação da tarefa e a quantidade e qualidade de suas experiências práticas. O fato de uma pessoa ter um padrão eficiente de capacidades para realizar um tipo de tarefa não significa que terá um padrão eficaz.

Introdução:
No processo de aprendizagem motora verificam-se as diferenças individuais e as capacidades motoras de cada indivíduo. Não é necessária tanta sagacidade para reconhecer que as pessoas são diferentes. Elas têm todos os tamanhos e formas, representam diferentes idades, grupos sociais, sexo e backgrounds culturais. Além desses tipos de diferenças, os indivíduos possuem outras potencialidades que podem influenciar a qualidade de sua performance motora.

Justificativas:
A necessidade que os profissionais do movimento têm de encontrar maneiras para auxiliar os indivíduos que devem compensar as deficiências em suas capacidades quando estão aprendendo ou reaprendendo uma habilidade.

Objetivos:
Este estudo tem como objetivo geral, propiciar aos participantes uma visão mais aprofundada das capacidades em relação às potencialidades e habilidades dos mesmos, e como objetivo específico, verificar que os indivíduos possuem todas as capacidades, mas que as pessoas diferem no que diz respeito à proeficiência das várias capacidades.

Metodologia:
Será utilizada metodologicamente a exposição oral, recursos auxiliares e dinâmicas de grupo, visando esclarecer dúvidas e mostrar através de argumentações e embasamento teórico a análise dos aspectos que compõem processos de aprimoramento e alta performance de habilidades motoras. Vê-se que constitui em erro dos profissionais do movimento fazerem julgamentos finais sobre o potencial de uma pessoa com base na observação da performance em estágios iniciais de prática.

Instrutor Adic. 1:Susana Barbosa Paraiba
Instrutor Adic. 2:Mirela Pinto Lopes
Instrutor Adic. 3:ELIDA SILVA SILVEIRA

Voltar
Área Restrita

2922 Participantes

© 2008 URCAMP. Powered by ATI
[CSS] [XHTML] [GET FF]

Fechar

Agradecimentos

Agradecimentos